Dia Nacional da Cultura Angolana comemorado em Portugal – 8 Janeiro

 Dia da Cultura 2019  

8 de Janeiro é o Dia Nacional da Cultura Angolana.

Esta efeméride foi aprovada em decreto-lei nº 21 e publicada no Diário da República nº 87, I série, de Novembro de 1986, em homenagem ao discurso sobre a Cultura Nacional do primeiro presidente de Angola, António Agostinho Neto, proferido em 1979, na tomada de posse dos corpos gerentes da União dos Escritores Angolanos (UEA), em Luanda. Na ocasião, o também poeta António Agostinho Neto, fez uma abordagem sobre a Cultura Nacional, que de então a esta parte, passou a ser referência fundamental em todas as discussões sobre a temática da Cultura angolana.

Num excerto do discurso proferido, referiu que «… a Cultura não pode se inscrever no chauvinismo, nem pretende evitar o dinamismo da vida.  A Cultura evolui com as condições materiais e, em cada etapa, corresponde a uma forma de expressão e de concretização de actos materiais».

Em 2019, o Dia da Cultura Nacional comemora-se sob o lema “Pela Preservação e Valorização da Memória Histórica do Povo Angolano, Exaltemos a Cultura de Paz para a Paz na Cultura”.

O Ministério da Cultura promove um conjunto de actividades culturais, culminado com o acto central presidido pela Ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, na CEARTE – Complexo das Escolas de Artes – na Camana, em Luanda.    

Em Portugal, o dia da Cultura Nacional foi assinalado com o lançamento do livro “Balumuka” de Dúbio Praia, na Casa de Angola em Lisboa. Estiveram presentes, o Adido Cultural em Portugal, Luandino Carvalho, o Adido de Imprensa no Reino Unido, Alfredo Carima, o mestre Siona Casimiro, os jornalistas Armindo Laureano, Carlos Gonçalves e Victor Hugo Mendes, bem como o representante da UNAP, Lino Damião entre outros.

IMG-20190108-WA0004

 

IMG-20190108-WA0002

 

 

 

FacebookTwitterGoogle+